Como formar e usar o SUPERLATIVO em inglês

Atualizado: Abr 10


O maior e o menor homem do mundo em Londres
Como formar e usar o SUPERLATIVO em inglês

Nós temos duas construções gramaticais principais para comparar ou relacionar substantivos em inglês, o comparative e o superlative. Nesse post você irá aprender como usar e qual é a construção do segundo deles, o superlativo! 1. COMO E QUANDO USAR O SUPERLATIVO

Assim como fazemos em português, iremos usar o superlativo para comparar um substantivo com vários outros da mesma categoria, ou seja, para dizermos que algo, alguém ou algum lugar é O MAIS ou O MENOS “alguma coisa” (adjetivo) de todos. Por exemplo, ‘esse livro é o mais interessante’, ‘aquele professor é o mais legal’ ou ‘essa cidade é a menos visitada’. Então para construir frases como essas no inglês, veja quais são as regras e a construção adequados para cada tipo de adjetivo!

2. COMO CONSTRUIR FRASES SUPERLATIVAS


A primeira coisa que você precisa saber para construir frases superlativas é que temos dois tipos diferentes de construção: uma para ADJETIVOS COM 1 SÍLABA e outra para ADJETIVOS COM 3 OU MAIS SÍLABAS. Já os ADJETIVOS COM 2 SÍLABAS poderão se encaixar tanto em uma regra de construção, quanto em outra, mas darei algumas dicas de quando usar cada uma delas.


Além dessas duas construções, veremos que existem alguns adjetivos que são EXCEÇÕES às regras e que possuem um formato próprio ao serem usados em frases superlativas.


Observação: Não há regras para fazer a separação de sílabas das palavras em inglês, pois isso ocorre de acordo com a fonética de cada uma, e é indicado que você não faça isso quando estiver escrevendo algo (para continuar a palavra na próxima linha, por exemplo). Então, caso você não tenha certeza, busque consultar no dicionário quantas sílabas uma palavra tem (normalmente são indicadas com pontos ou hífens), e pense que a quantidade de sílabas pode ser determinada de acordo com o tamanho da palavra (de forma geral, palavras com 1 sílaba têm até 5 ou 6 letras).



3. ADJETIVOS COM 1 OU 2 SÍLABAS – Construção 1


Esses são o que podemos chamar de ‘adjetivos pequenos’ e os quais normalmente abrimos a boca apenas uma vez ao pronunciarmos. Para formarmos uma frase comparativa com esses adjetivos devemos utilizar o ‘THE’ antes do adjetivo e acrescentar o sufixo ‘EST’ a ele, com isso, temos:


SUJEITO (substantivo) + VERBO + THE + ADJETIVO COM EST + OBJETO (mesma categoria)


Michael is the tallest boy in the classroom.

Nesse exemplo usamos ‘tall’ (alto), para dizer: Michael é o menino mais alto da sala.

Veja outros exemplos:

My father is the strongest person in my family. (Meu pai é a pessoa mais forte da minha família.)

Rochelle is the greatest employee in this restaurant. (Rochelle é a melhor funcionária desse restaurante.)

The USA is the richest country in the world. (Os Estados Unidos é o país mais rico do mundo.)


Apesar da construção das frases ser bem simples, temos algumas regrinhas a serem seguidas ao adicionarmos o sufixo ‘EST’ nos adjetivos:


  • CVC – É a abreviação para Consoante-Vogal-Consoante, uma regra que vale para quaisquer sufixos que formos utilizar no inglês e, segundo ela, devemos DOBRAR A ÚLTIMA LETRA da palavra que tiver essa terminação (CVC) antes de acrescentar o sufixo, por exemplo:

BIG – The biggest (Grande – O maior)

SAD – The saddest (Triste – O mais triste)

WET – The wettest (Molhado – O mais molhado)


  • ‘IEST’ – Para adjetivos que terminam em ‘Y’, devemos substituir o ‘Y’ por ‘I’ antes de acrescentar o ‘EST’, por exemplo:

FUNNY – The funniest (Engraçado – O mais engraçado)

EASY – The easiest (Fácil – O mais fácil)

BUSY – The busiest (Ocupado – O mais ocupado)


  • ‘ST’ – Para adjetivos que terminam em ‘E’, devemos acrescentar apenas o ‘ST’ para formarmos o superlativo, por exemplo:

NICE – The nicest (Legal – O mais legal)

RARE – The rarest (Raro – O mais raro)

FINE – The finest (Bem – O melhor)



Observações:

Alguns adjetivos de DUAS SÍLABAS que normalmente seguem essa construção são os que terminam em ‘Y’ e os que terminam com vogais que têm uma pronúncia ‘fraca’, por exemplo: Happy, Dirty, Pretty, Witty, Early, Healthy, Clever, Narrow, Quiet, Simple, Gentle.

Para dar a ideia de ‘MENOS’ nessa construção, usamos a forma negativa do verbo To Be, como se fôssemos dizer ‘não é o mais’. Por exemplo:


Ferrari isn’t one of the cheapest car in the world. (A Ferrari é um dos carros menos baratos do mundo. / A Ferrari não é um dos carros mais baratos do mundo.)

My hair isn’t the longest one in the room. (O meu cabelo é o menos comprido da sala. / O meu cabelo não é o mais comprido da sala.)

His teacher isn’t the coolest one in the school. (O professor dele é o menos legal da escola. / O professor dele não é o mais legal da escola.)



4. ADJETIVOS COM 2 SÍLABAS OU MAIS – Construção 2


Esses são os que chamamos de ‘adjetivos grandes’ e os quais abrimos a boca mais de uma vez na hora de pronunciarmos. A formação de frases superlativas para esses adjetivos é mais parecida com o que fazemos em português, e ao invés de adicionarmos o sufixo ‘est’, usamos ‘THE MOST’ antes do adjetivo. E nesse caso, diferentemente do primeiro, podemos usar ‘THE LESS’ no lugar de ‘THE MOST’ para dizermos ‘O MENOS’. Dessa forma, temos:


SUJEITO + VERBO + THE MOST / THE LEAST + ADJETIVO + OBJETO


Mike is the most / the least intelligent person in my family.

Nesse caso usamos ‘intelligent’ (inteligente), para dizermos: Mike é a pessoa mais / menos inteligente da minha família.


Veja outros exemplos:

I think mathematics is the most complicated subject. (Eu acho que matemática é a matéria mais complicada de todas.)

That is the most interesting TV show I’ve ever watched! (Aquela é a série mais interessante que eu já assisti!)

This is the least expensive restaurant in the town. (Esse é o restaurante mais barato da cidade.)

Jake is the least selfish man I know. (Jake é o homem menos egoísta que eu conheço.)



Observações:

Os adjetivos de DUAS SÍLABAS que normalmente seguem essa construção são os que terminam em ‘FUL’, ‘ING’, ‘ED’ e ‘LESS’, por exemplo: Useful, Careful, Harmful, Boring, Tired, Useless.


Em ambas as construções anteriores o verbo mais utilizado para formarmos as frases superlativas é o VERB TO BE.



5. EXCEÇÕES


  • Por fim, devemos memorizar as exceções às regras de superlativos, que são alguns adjetivos irregulares para a forma comparativa e superlativa. O uso desses adjetivos nas frases é como os da Construção 1, mas seguindo as formas particulares de cada palavra:


GOOD – The best (Bom – O melhor)

BAD – The worst (Ruim – O pior)

ILL – The worst (Doente – o mais doente)

FAR – The farthest / furthest (Longe – O mais longe)

OLD – The oldest / eldest (Velho – O mais velho)



Deu para perceber que não é difícil entender as diferenças entre as construções das frases superlativas no inglês, certo? Se você ainda não viu, confira o post sobre o comparativo (clique aqui) também, pois as regras e construções das frases são bem parecidas com as do superlativo, o que facilita seu aprendizado de ambos!


Para praticar essas e outras regrinhas gramaticais, você pode participar do meu grupo no Telegram, onde eu coloco diferentes tipos de exercícios toda semana, ou me acompanhar nas redes sociais (Instagram e Facebook) e no YouTube.


See you there!

Rachel



#inglesonline #aprenderingles #eslteachers #professora #trabalho #motivação #motivation

#estudar #englishtips #dicasdeingles #englishteacher #englishforadults #cursoonline #cursosdeingles #englishwithrachel #inglesparabrasileiros #inglesparatodos #talk2rachel #inglesbritânico #inglesnativo


191 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo