The history of Camden Town


Foto da estação de metrô de Camden
The history of Camden Town

*** VERSÃO EM PORTUGUÊS ABAIXO ***


The Story Behind the Coolest Neighbourhood in London


If you have already visited London or out of curiosity you have already researched interesting places to visit in the city, then you will have certainly already heard of Camden Town. Today we are going to take a look at this very ‘different’ neighbourhood, which is home to a great variety of lifestyles, alternative groups, artists and musicians.


The history of Camden Town

The name of the neighbourhood came about because of Earl Camden, Charles Pratt (Earl being a title of the British nobility). Camden began to grow and develop around 1791, when Charles decided to create a place that would house both the upper and middle classes, but it was only 60 years later that most of the neighbourhood had actually been built.


Plans to create a calm and peaceful residential area did not go exactly to plan. In the year 1820 the Regents Canal was opened, in addition to the construction of a railway line that separated the neighbourhood in half. With the canal and the train track being built this soon brought industry to the area and consequently the working class too.


During the industrial revolution the area where Camden was located started to become more and more populous, and the neighbourhood was eventually split into two, not only geographically, but also culturally: the surroundings of Regents Park became famous for housing the nobility and the upper classes, whilst the surroundings of St. Pancras were home to the lower working classes. Soon, Camden found itself transformed into a commercial area with a large number of residents.


By the end of the 19th century, Camden had already become home to several different types of industry such as piano makers, gin distillers, wine merchants, music halls among many others, and it was during the 19th century that several “public houses” or “pubs” started to appear.


As a place that housed both the lower and the upper classes, Camden became known as an area that everyone could go to, which consequently created the atmosphere of being a non-judgmental place, where all types of people could be found, and this idea has endured right up until today.


Foto antiga do bairro de Camden, Londres
Camden District during the 19th Century

Around 1910 the region started to have theatres and cinemas opening up in it, and in the 1960s the real artistic side of Camden really established itself.


The 1960s marked the birth of the counterculture, of going against what was considered ‘normal’ and Camden became the birthplace of many famous artists of the time such as Pink Floyd, who made their debut at the famous Roundhouse in Camden, a space for concerts that still exists today and is a landmark of the British cultural revolution.


The Roundhouse was initially built as a rail depot which was later transformed into a gin distillery and eventually became the famous space that helped create the counterculture that still exists today.


Foto do Roundhouse Space nos anos 60
Roundhouse Space during the 60's

In 1974 Camden Market started to grow and receive a large amount of commerce and today it is one of the most famous markets in the world. Nowadays it is possible to find market stalls and shops with alternative items such as gothic and punk clothing, jewellery, tattoo parlours as well as small cafés with colourful interior design, comic books and music shops, theatres and cinemas with old films showing. There really is something for everyone in Camden.


In a way Camden Town has a little bit of everything for everyone, be it with its extravagant and colourful stop fronts or with its cosy pubs and cultural spaces that hold such a lot of history.


Foto do bairro de Camden, Londres nos dias de hoje
Camden Town today

Have you ever visited Camden Town? Would you like to? Comment below and tell me how much you understood of this post.


See you next time!

Rachel



 


A história por trás do bairro mais legal de Londres


Se você já visitou Londres ou por curiosidade já pesquisou lugares interessantes para visitar na cidade, então certamente já ouviu falar de Camden Town. Hoje vamos dar uma olhada neste bairro muito ‘diferente’, que abriga uma grande variedade de estilos de vida, grupos alternativos, artistas e músicos.


A história de Camden Town

O nome do bairro surgiu por causa de Earl Camden, Charles Pratt (Earl sendo um título da nobreza britânica). Camden começou a crescer e se desenvolver por volta de 1791, quando Charles decidiu criar um lugar que abrigasse as classes alta e média, mas foi apenas 60 anos depois que a maior parte do bairro foi construída.


Os planos para criar uma área residencial calma e pacífica não saíram exatamente como planejados. No ano de 1820, foi inaugurado o Canal Regents, além da construção de uma linha férrea que separava o bairro ao meio. Com o canal e a linha do trem sendo construídos, logo trouxe a indústria para a área e, consequentemente, a classe trabalhadora também.


Durante a revolução industrial, a área onde Camden estava localizada começou a se tornar cada vez mais populosa, e o bairro acabou sendo dividido em dois, não apenas geograficamente, mas também culturalmente: os arredores do Regents Park tornaram-se famosos por abrigar a nobreza e as classes altas, enquanto os arredores de St. Pancras abrigavam as classes trabalhadoras mais baixas. Logo, Camden se viu transformado em uma área comercial com um grande número de moradores.


No final do século 19, Camden já havia se tornado o lar de vários tipos de indústria, como fabricantes de pianos, destiladores de gin, comerciantes de vinho, casas de show entre muitos outros, e foi durante o século 19 que várias "casas públicas" ou “Pubs” começaram a aparecer.


Por ser um lugar que abrigava tanto as classes baixas quanto as altas, Camden ficou conhecida como uma área onde todos podiam ir, o que consequentemente criou a atmosfera de ser um lugar sem julgamentos, onde todos os tipos de pessoas podem ser encontrados, e essa ideia permaneceu até hoje.


Por volta de 1910, a região começou a ter teatros e cinemas, e na década de 1960 o verdadeiro lado artístico de Camden realmente se estabeleceu.


A década de 1960 marcou o nascimento da contracultura, de ir contra o que era considerado 'normal' e Camden tornou-se o berço de muitos artistas famosos da época como o Pink Floyd, que se estreou no famoso Roundhouse em Camden, um espaço para shows que ainda existe hoje e é um marco da revolução cultural britânica.


O Roundhouse foi inicialmente construído como um depósito ferroviário que, mais tarde, foi transformado em uma destilaria de gin e eventualmente se tornou o famoso espaço que ajudou a criar a contracultura que ainda existe hoje.


Em 1974, o Mercado de Camden começou a crescer e receber um grande volume de comércio e hoje é um dos mercados mais famosos do mundo. Hoje em dia também é possível encontrar bancas de mercado e lojas com itens alternativos como roupas góticas e punk, jóias, estúdios de tatuagem e também pequenos cafés com decoração colorida, revistas em quadrinhos e lojas de música, teatros e cinemas com exibição de filmes antigos. Realmente há algo para todos em Camden.


De certa forma, Camden Town tem um pouco de tudo para todos, seja com suas extravagantes e coloridas frentes de parada ou com seus aconchegantes pubs e espaços culturais que guardam tanta história.


Você já visitou Camden Town? Você gostaria de visitar? Comente abaixo e me diga se você gostou deste post.


Vejo você na próxima!

Rachel

177 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo